História: A Webjet nasceu do empreendedorismo de 5 executivos do mercado financeiro, que idealizaram uma companhia aérea simples, ágil e com um atendimento diferenciado. Assim a Empresa iniciou suas operações em dezembro de 2004 com 1 avião. Nesta data, tiveram a 1º turma de pilotos e a 1ª turma de comissários foi contratada em 01.03.2005. Os primeiros voos da Webjet ocorreram na data de 12/05/2005 com a rota Rio de Janeiro x Brasília x Guarulhos X Porto Alegre.

Atuando no segmento comercial, a Webjet Linhas Aéreas chegou ao mercado de aviação civil surpreendendo. O objetivo era oferecer um serviço de qualidade aos clientes, sendo uma nova opção de viagem, com conforto, praticidade e economia.

Além de um corpo executivo experiente, a Webjet investiu fortemente em tecnologia e na capacitação de seus funcionários, garantindo atendimento ágil, excelência em serviço de bordo e toda a segurança que a atividade de transporte aéreo exigia na época. Entre todos os altos investimentos, isso incluía, claro, aeronaves de alta performance.

Aeronaves: A webjet acreditava que uma empresa que anseia crescer não poderia economizar para agradar ao cliente: tem de oferecer sempre o melhor. Por isso, a companhia aérea optou por uma frota de boeings da família 737-300. As aeronaves da Webjet eram configuradas com 136 assentos, proporcionando muito mais conforto ao cliente. O 737, naquele tempo, era uma das aeronaves mais vendidas do mundo. Até então foram fabricadas mais de 5.000 unidades. Era um avião tão amplamente usado que, a qualquer momento, mais de 1.200 deles estavam voando simultaneamente, com média global de uma decolagem a cada 5 segundos. Se isso já parece impressionante nos dias atuais, imagina à mais de uma década atrás.

A Boeing sempre teve muita tradição no mercado. Ainda é a maior montadora de aviões e material aeronáutico em todo o mundo. Além de aeronaves, projeta e fabrica asas rotativas, sistemas eletrônicos de defesa, mísseis, satélites e sistemas avançados de informação. É uma grande fornecedora de serviços para a Nasa e para inúmeras forças militares, com longa tradição em liderança e inovação. Ou seja, tem know-how de sobra para fazer o melhor do jeito mais acertado. E isso combinava perfeitamente com os objetivos da Webjet.

Apesar de todo esforço e grandes investimentos, com a competição acirrada no mercado aéreo, a companhia enfrentou dificuldades que prejudicaram seu crescimento. Em novembro de 2005 a Webjet paralisou estrategicamente suas operações, para reestruturar e repensar metas e atividades operacionais.

Em janeiro de 2006, como fruto da reestruturação, 2 novos investidores apostaram na empresa aérea, em substituição a 2 sócios da 1ª fase. Retomaram as atividades e incorporaram mais 1 aeronave à frota.

Em junho de 2007, o Grupo CVC (CVC Participações S.A) passou a ser acionista da Webjet, a companhia aérea iniciou uma fase onde o investimento no crescimento da Empresa se tornou mais evidente e direcionado. 

Em janeiro de 2009, Wagner Ferreira assume a presidência da Webjet, agregando novos profissionais à Diretoria da Empresa.

O conceito e logomarca são reformulados.

A convenção de 14/03/2009 marca a nova etapa na vida da Webjet e todos os investimentos e planejamentos pareciam finalmente levantar voo. Conexão Imediata!

Chega a fase da WebMania!

Webmania: Os criadores consumavam dizer que a WebMania era mais que uma palavra: era uma forma de ser e agir. Além de aumentar a motivação interna e a união dos colaboradores, a Webjet queria este movimento ultrapassasse os limites da empresa, fazendo com que os clientes e o mercado se contagiassem com esta energia.

A ideia era buscar uma linguagem própria, alegre e que refletisse sua maneira de ser. Por isso, supostamente na Webjet não existia colaborador: existia WebGente. O serviço de bordo é WebServiço. Um simples bom-dia passa a ser WebBom-dia e o conhecido check-in, WebCheck-in.

E para você que achou um pouco para mais estes termos, eles não pararam por ali: existia a WebVendas, WebDecisões, WebInformações e até uma música, WebSamba. É desse jeito que a Webjet pensava apartir daquele momento de reconstrução de ideais. A Webjet acreditava que só por meio de muitos WebSorrisos a companhia conseguiria atingir os objetivos e transformar clientes em WebClientes.

Filosofia: A Webjet acabava de entrar em uma nova fase em que o cliente seria, cada vez mais, a alma do negócio. Mais do que transportar, queria aproximar pessoas. Por isso, foi adotada uma nova filosofia, com nova visão, missão, valores e atitudes. A empresa aérea acreditava que só assim seria possível construir uma empresa mais próxima, mais conectada e mais humana.

WebVisão: “Ser a companhia aérea que melhor conecta as pessoas.”

WebMissão: “Transportar com excelência, surpreendendo e gerando satisfação para nossos clientes, orgulho para nossos colaboradores e resultado para nossos acionistas.”

WebValores:

Eram sete valores: Trabalho em equipe, Pró-atividade, Comprometimento, Excelência, Entusiasmo, Objetividade e Simpatia.

WebAtitudes:

“Não complique: simplifique.

Não seja surpreendido: surpreenda.

Não espere: faça.”

Enfim, isso foi um resumo do que foi a empresa aérea Webjet, sua história, frotas aéreas, e seus principais conceitos. Todos os termos e dados foram fornecidos pela própria empresa, quando ainda estava operando no mercado Brasileiro. A partir de aproximadamente Abril 2015, o website webjet.com.br iniciou a redirecionar ao site da Gol. Confira abaixo um histórico de como era o site da Webjet antes desse redirecionamento.

Webjet.com.br Homepage circa Fevereiro de 2015

Webjet.com.br Homepage circa Março de 2011

Webjet.com.br pagina sobre a empresa circa Março de 2011

Webjet.com.br Homepage circa Dezembro de 2005

Deixe sua avaliação

Your Rating for this listing

angry
crying
sleeping
smily
cool
Browse

Your review is recommended to be at least 140 characters long

Seu pedido foi enviado com sucesso

building Proprietário ou trabalha aqui? Solicitar Perfil! Solicitar Perfil!

Claim This Listing